Direção

Prof. Paulo Isaac da Rosa - Diretor


Iniciou suas atividades musicais aos 13 anos de idade no Conservatório Estadual de Música de Pouso Alegre - MG, no ano de 1982.

Em 1987, aos 18 anos, começou a lecionar Violão nos conservatórios de Pouso Alegre e Varginha, ambos em MG. Permaneceu na cidade de Varginha até 1992. Permanece até hoje em Pouso Alegre, passando pelas áreas de Violão e Prática de Conjunto. De 2004 a 2015 foi coordenador do departamento de violão do Conservatório.

Como violonista desenvolveu um estudo sobre a técnica de Abel Carlevaro com o profº. João Pires Argolo Filho e pelo profº. Eduardo Castañera. Já se apresentou em vários estados brasileiros, como: Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Formou-se no curso Técnico em Violão no Conservatório Estadual de Música de Pouso Alegre – MG (1987) e graduou-se em Violão no CBM (Conservatório Brasileiro de Música) no Rio de Janeiro (2002). Também fez o curso de Licenciatura Plena em Violão pela UNINCOR, em Três Corações – MG (2003).

É Pós Graduado pela FALC (Faculdade da Aldeia de Carapicuíba – SP) em Gestão Escolar, abrangendo as áreas de Supervisão, Orientação, Inspeção e Administração Escolar (2016).

Foi aluno de violão do Professor Fernando Pacheco (MG), Paulo Pedrassoli (RJ) e da classe do grande Professor e Violonista Henrique Pinto (SP).

Como bolsista, participou, em 1988, do XV Seminário Internacional de Violão de Porto Alegre - RS; assistido por grandes professores e violonistas do mundo, como: Giacomo Bartoloni, Paulo Porto Alegre, Walter Henzl, Graziela Pompônio, Hector Farias (Pedagogia do Violão), Eduardo Isaac e Miguelângelo Girollet.

Participou de vários concursos e festivais, tanto de música erudita, quanto de MPB; sendo premiado em vários deles, como arranjador e como solista, destacando o 2º lugar no Concurso Sul americano Rosa Mística de Violão (Curitiba – 1991); 3º lugar no IV Concurso Nacional de Violão Souza Lima (São Paulo – 1993); melhor arranjo e melhor instrumentista no III Encante (Andrelândia MG – 1993).

É membro fundador da Orquestra de Violões do Conservatório Estadual de Música de Pouso Alegre na qual atua como camerista e arranjador.

Como empreendedor cultural realizou os seguintes projetos: I Encontro Nacional de Violonistas em Pouso Alegre – MG (2008); Semana do Violão em Pouso Alegre – MG (2009); e desde 2010 dedica-se ao “Festival Pousoalegrense de Chôro”, projeto este ao qual trouxe para Pouso Alegre grandes nomes do gênero: Alessandro Penezzi, Danilo Brito, Chôro Rasgado, Marco Pereira, Choro das 3, Yamandu Costa e outros.

Em 2012 foi agraciado com a Comenda da Ordem do Mérito Cultural pela Prefeitura Municipal de Pouso Alegre- MG.

Em 2016 foi laureado com o título de “Comendador” da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes pelo SBACE (Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino) SP e em 2017 foi proclamado como “Chanceler Internacional” também pela mesma entidade.

Em janeiro de 2016 foi nomeado diretor do Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubstichek de Oliveira de Pouso Alegre – MG, onde permanece no cargo.

 

Prof. Odilon Basílio - Vice-Diretor


Nascido em São Caetano do Sul – SP, no dia 09 de março de 1956, iniciou seus estudos em música com oito anos de idade, com um maestro particular.

Estudou ainda na Fundação das Artes em São Caetano do Sul e na Escola Municipal de Música de São Paulo, vindo complementar seus estudos em Pouso Alegre – MG, no Conservatório Estadual de Música JKO, onde formou-se em violão clássico no ano de 2001, e graduado em música  pela Unincor – Universidade Vale do Rio Verde – Três Corações – MG.

Filho da renomada dupla  Nonô e Naná, e por conseguinte, do consagrado compositor Nonô Basílio, começou sua trajetória musical acompanhando seus pais em shows por todo o Brasil.

Na década de 80, foi integrante do Grupo Cheiro da Terra, participando de inúmeros projetos culturais pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e tendo gravado seu primeiro “Long Play” em 1982,  pela extinta gravadora Continental.

Entre os diversos trabalhos como músico, podemos destacar sua participação no regional do Robertinho, no programa Viola Minha Viola da tv Cultura de São Paulo e como diretor musical e regente nas bandas da dupla Carlos Cezar e Cristiano e da cantora Sula Miranda entre outros.

Seu projeto mais recente é a produção e gravação de seu CD solo, “Viola Quem Me Criou”. Um trabalho que teve inicio em 2014 e que se conclui com seu recente lançamento em maio de 2018.

O álbum traz um repertório escolhido com muito critério, destacando em belas composições, a simplicidade e autenticidade de sua música, ao som de sua voz e de sua viola.